50 Dicas para poupar dinheiro no casamento

A palavra casamento parece trazer com ela uma etiqueta de preço muito elevado, mas não tem de ser necessariamente assim. Se você dedicar algum tempo a pensar naquilo que realmente quer para o seu grande dia, e a procurar os fornecedores certos para isso, você pode cortar no preço do casamento sem perder as coisas que são importantes para si.

Dicas para poupar dinheiro

Como poupar dinheiro no casamento?

1) Planeie com antecedência. Se começar cedo, vai ter tempo e flexibilidade para ir aos saldos, utilizar cupões, fazer algumas coisas e comparar preços.

2) Case no inverno, mas não perto do Natal. Vai ter muito mais locais por onde escolher e a baixa procura durante esta estação vai ajudá-la a baixar as despesas. Evite os dias em torno do dia de S. Valentim, quando os preços das flores, dos diamantes e de outros itens de casamento disparam.

3) Considere a contratação de um organizador de casamentos. Os organizadores de casamentos podem parecer uma despesa desnecessária mas, dependendo do tamanho do seu casamento, eles podem ajudá-la a poupar bastante dinheiro graças aos contactos e conhecimentos que têm dentro da indústria.

4) Case num Domingo ou numa Sexta-Feira. Isto vai ajudá-la a cortar nas despesas.

5) Compre as luzes decorativas nos saldos depois do Natal. Se pretende utilizar cordas com luzes, o preço delas é quase dado depois dos saldos de Natal.

6) Dê uma olhadela aos saldos depois do dia de S. Valentim. Vai arranjar imensos brindes doces, decorações em forma de coração e outros itens de casamento a preços muito reduzidos. Isto é especialmente indicado se as cores do seu casamento forem o cor-de-rosa ou o vermelho.

7) Faça a cerimónia num só local. Fazer a cerimónia e a receção no mesmo local ajuda-a a poupar nas contratações, nos transportes, na decoração e noutros detalhes.

8) Alugue uma sala privada num restaurante. Estas tendem a ser mais baratas do que os salões de baile dos hotéis, e bem mais íntimas.

9) Relembre a data por correio eletrónico ou por telefone. Se marcou a data com bastante antecedência ou num fim-de-semana ocupado, vai querer lembrar os seus convidados da data. Claro que estes cartões são uma despesa extra. Em vez de pagar o papel, a impressão e o correio envie a mensagem por correio eletrónico ou por telefone.

10) Imprima os seus próprios convites. Existem imensos programas e pacotes que lhe permitem criar os seus próprios convites. Utilize uma dessas opções para poupar dinheiro e tornar os seus convites mais personalizados.

11) Não tem de ser um vestido de “casamento”. Procure alguns vestidos de dama de honra ou em grandes superfícies. Talvez encontre um vestido por um preço muito inferior. Ou procure um vestido já usado ou excedente na nossa secção de classificados e no Google.

12) Use o vestido de outra pessoa. Pergunte à sua mãe, avó ou a outra familiar se pode usar o vestido dela. Ela vai sentir-se honrada e não há nada mais barato do que uma coisa de borla. Mas lembre-se que provavelmente vai precisar de ser alterado.

13) Compre em saldo. Você pode encontrar vestidos de estilistas reputados a preços muito mais acessíveis nas vendas de amostras. Os saldos ocorrem durante os meses de inverno e de verão.

14) Arranje o seu cabelo e faça a sua maquilhagem. Se não quiser nada muito complicado e ornamentado. Leia revistas de casamentos e procure ideias e instruções, e tente em você mesma. Lembre-se de experimentar o estilo pelo menos uma vez antes do casamento, para ter a certeza que tudo corre bem.

15) Compre um vestido que sirva à primeira. Muitas noivas planeiam perder peso e compram um vestido demasiado pequeno para se sentirem motivadas. Mas esta estratégia pode ditar um desastre se esse objetivo não for atingido. Compre um vestido que sirva na hora e altere-o se perder peso. É sempre mais barato apertar um vestido do que desistir dele.

16) Não precisa de gastar muito dinheiro em joias para o casamento. Provavelmente alguém da sua família tem alguma coisa bonita que você possa usar no grande dia. Isto ajuda-a a poupar dinheiro e já fica com “algo emprestado”.

17) Alugue os fatos. Provavelmente o seu marido não vai precisar de usar o fato regularmente. Em vez de comprar um, alugue ou compre um fato bonito que ele possa usar mais vezes.

18) Leve apenas uma flor e não um bouquet. Uma flor simples e elegante e pode ser tão significativa como um bouquet grande. Você vai poupar dinheiro nas flores e na florista.

19) As velas são muito mais baratas do que as flores, tire partido disso. Utilize menos flores e ilumine as que houver com velas.

20) Opte pelo que estiver na moda. Opte pelo aspeto Rústico ou Shabby Chic para criar um ambiente vintage moderno a um preço acessível..

21) Escolha flores da estação cultivadas localmente. As flores que não são transportadas por avião são muito mais baratas.

22) As flores de seda são muito mais baratas do que as reais, e você não tem que as manter vivas. Pode comprá-las com meses de avanço e em saldo.

23) Dê à sua florista um esquema de cores, e não flores em particular. Dê à sua florista a flexibilidade para escolher as flores mais baratas para o seu esquema de cores. Lembre-se de entregar a lista de flores que pretende evitar.

24) Centros de mesa simples: não exagere com centros de mesa gigantes e caros que ocupam metade da mesa. Opte por centros de mesa simples e baratos, como uma taça bonita cheia de água e velas flutuantes.

25) Compre e cozinhe a sua própria comida. Se o seu casamento vai ser pequeno isto é possível. Compre por acatado e prepare um evento divertido e familiar.

26) Esqueça a sobremesa, sirva apenas o bolo do casamento. Alguns fornecedores vão incluir uma sobremesa no menu da sua receção, mas se você vai servir bolo não há grande necessidade.

27) Um buffet, em vez de uma refeição sentada, é sempre mais barato e garante uma alimentação de acordo com as necessidades dietéticas de toda a gente.

28) Sirva alimentos da estação e locais. Tal como as flores, os alimentos tendem a ser mais baratos se não forem transportados por avião e se não levarem muitos conservantes.

29) Selecione um local que o deixe levar o seu próprio serviço e o seu próprio álcool. Um fornecedor separado pode fazer um desconto superior ao oferecido pelo local.

30) Cupcakes em vez de bolo. Em vez de pagar ao pasteleiro para construir um bolo com várias camadas, opte por uma árvore de cupcakes, é mais económica.

31) Contrate um pasteleiro individual em vez de uma pastelaria para confecionar o seu bolo. Os pasteleiros individuais cobram menos e para eles a pastelaria é uma segunda ocupação que têm por gosto pessoal.

32) Contrate fornecedores de casamentos independentes para praticamente tudo o que precisar. O preço final é muito inferior ao das lojas, há mais atenção ao detalhe e é um serviço personalizado. Utilize a nossa diretoria de Casamentos, procure no Google e veja os nossos contactos de fornecedores no Twitter para encontrar vendedores.

33) Faça o seu próprio vinho. Alguns produtores permitem-lhe fazer o seu próprio vinho. Dependendo da sua escolha isso pode ficar mais barato. Para poupar ainda mais imprima o seu próprio rótulo e ofereça garrafas extra como lembranças de casamento.

34) Brinde com vinho branco em vez de champanhe. O champagne pode ser caro e nem toda a gente gosta de bebidas gaseificadas. Poupe dinheiro e sirva um bom vinho branco.

35) Peça pacotes mais pequenos. Alguns oferecem pacotes mais pequenos que normalmente não são publicitados. Pode ser exatamente o que precisa.

36) Negocie com os vendedores. O seu vendedor pode fazer uma oferta melhor para afastar a concorrência.

37) Limite o tempo em vídeo. Pergunte ao operador de câmara se é possível poupar dinheiro gravando apenas algumas partes do casamento, como a cerimónia e a primeira dança. Desse modo ele não vai precisar de lá estar mais tempo do que o necessário.

38) Case ao final do dia, evite o menu sentado e ofereça um buffet noturno, em vez de duas refeições separadas no mesmo dia.

39) Combine os brindes e os indicadores de lugar. Não gaste dinheiro em duas coisas que podem ser combinadas. Procure indicadores de lugar que sirvam como brindes.

40) Na internet pode encontrar grandes descontos em praticamente tudo o que precisa para o seu casamento. Procure vestidos, decorações, flores de seda, pratos e mais coisas.

41) Compre os pratos, vasos e itens em lojas baratas. Desta forma pode reunir uma decoração barata e eclética.

42) Não diga a palavra “casamento” até ser essencial. Alguns locais e vendedores cobram mais por isso. Diga que é um evento ou uma reunião familiar e não ceda no preço feito a não ser que eles justifiquem as despesas extra.

43) Faça você mesma. Você consegue fazer algumas coisas, mas pode pensar em mais coisas ainda que se aplicam ao seu casamento. Mas lembre-se que o DIY nem sempre sai mais barato. Pesquise e pondere os custos antes de começar.

44) Ofereça lembranças simples. Não precisa de exagerar nas lembranças. Escolha algo barato e com significado. Livros escolhidos por si e com uma nota pessoal ou fotos emolduradas funcionam bem.

45) Faça uma festa de casamento mais pequena. Cada dama de honra e padrinho extra implicam mais despesas em flores, lembranças e comida. Pondere cortar no número de convidados para poupar dinheiro.

46) Faça um casamento mais pequeno. Não se sinta obrigada a convidar primos em terceiro grau que nunca conheceu. Organize um evento pequeno e vai gastar bem menos.

47) Utilize um cartão de crédito com recompensas. Se vai gastar dinheiro bem que pode ganhar alguma coisa com isso! Utilize um cartão de crédito com recompensas para recuperar dinheiro ou ganhar pontos que revertem para a sua lua-de-mel. Mas lembre-se de pagar a tempo para evitar juros, ou vai acabar por pagar mais do que gastou.

48) Partilhe as despesas da decoração: Veja se alguma noiva marcou o casamento no mesmo local e no mesmo fim-de-semana e dividam os gastos se puderem chegar a um acordo quanto à decoração, flores e outras despesas.

49) Lua-de-mel em Blighty. A Grã-Bretanha tem alguns dos locais mais românticos que pode desejar, com um preço muito inferior ao de um destino longínquo.

50) Considere um casamento íntimo num local afastado. Vai conseguir cortar na lista de convidados e combinar o destino com a lua-de-mel.

Não precisa de roubar um banco para casar. As nossas dicas para um casamento mais barato dão-lhe várias ideias para casar com um orçamento mais reduzido – mas não beba muito champanhe (barato), pode acabar por contar a toda a gente os segredos do seu casamento.

Licenciada em Sociologia no ISCTE. Cristina Teixeira é escritora Freelancer e escreve regularmente para jornais, revistas e websites, sobre assuntos relacionados com o amor e a amizade desde os primórdios da internet.

Publicado em Casamento

Deixe uma resposta