Namoro saudável na adolescência

O namoro pode ser um dos aspectos mais divertidos e excitantes da sua vida. Mas também pode se rconfuso, principalmente se for uma novidade para si. Quando você descobre que a pessoa de quem gosta retribui o sentimento você pode não ser ao certo que vai acontecer a seguir. O primeiro passo pode ser informar-se sobre os aspectos que tornam um namoro saudável e seguro.

Tabela de conteúdo

  1. Quando é que os adolescentes começam a namorar?
  2. O que faz um namoro saudável?
  3. Porque devo namorar com alguém da minha idade?
  4. Porque devo namorar com alguém da minha idade?
  5. Classifique o seu encontro
  6. Dicas para relações saudáveis e seguras

Voltar ao inicio

Quando é que os adolescentes começam a namorar?

Não existe uma idade ideal para começar a namorar. Cada pessoa sente que está preparada para uma relação na sua própria altura. Famílias diferentes também podem estabelecer regras diferentes em relação ao namoro. Quando você decide começar um relacionamento deve fazê-lo porque gosta da pessoa e não porque as pessoas à sua volta se encontram em relacionamentos. Um namoro é uma oportunidade especial para conhecer alguém e só deve acontecer quando se está realmente preparado e quando os pais/guardiães se encontram de acordo.

Voltar ao inicio

O que faz um namoro saudável?

Os namoros saudáveis devem começar da mesma forma que uma amizade saudável: com boa comunicação,  honestidade e respeito. O namoro é diferente porque envolve o contacto físico na expressão dos sentimentos, como abraços, beijos ou mãos dadas. Pode sentir que deseja passar todo o seu tempo com o objecto do seu afecto, mas também é importante que façam coisas em separado. Isto permite o desenvolvimento de relacionamentos saudáveis com o seu namorado, com os seus amigos e com a sua família.

Voltar ao inicio

Porque devo namorar com alguém da minha idade?

Uma diferença de idades de dois anos num relacionamento pode parecer irrelevante, mas pode não ser. É possível que alguém mais velho queira uma relação mais física do que você.

Voltar ao inicio

O que fazer se for pressionada a fazer algo que não quero?

Respeitar o seu direito de dizer não significa que o seu namorado deve parar se você disser “não”.

Você NUNCA se deve sentir pressionada a fazer algo que não quer. O seu namorado deve respeitar sempre o seu direito de dizer não a tudo o que não se sentir confortável a fazer. Converse com o seu namorado antes para saber o que vão e não vão fazer.

Voltar ao inicio

Classifique o seu encontro

Encontro 1

O seu encontro diz:

“Vamos a casa do Steve. Os pais dele estão fora e ele vai fazer uma festa da cerveja.”

O que responde?

“Ok.”

“Não, vamos fazer outra coisa.”

Você escolhe 1) “Ok.”

Você e o seu encontro vão à festa. Há cerveja por todo o lado e você quer integrar-se, pelo que bebe uma cerveja. E depois outra e outra. Fica alcoolizada muito rapidamente. Mas está a divertir-se e por isso continua a beber.

O que acontece a seguir?

Depois de beber algumas cervejas você começa a sentir-se mal. Acaba por passar o resto da noite na casa de banho a vomitar. No dia seguinte a sua cabeça parece que vai explodir. Não consegue comer e só de pensar em cerveja apetece-lhe vomitar.

OU

Você escolhe 2) “Não, vamos fazer outra coisa.”

O que acontece a seguir?

Você e o seu encontro vão jogar bowling e divertem-se com a falta de jeito que têm para o jogo.

Encontro 2

Você vai sair com o Encontro 2 e quando chega a hora diz-lhe que é altura de ir embora para estar em casa à hora estabelecida pelos seus pais/guardiães. Ele responde “Mas estamos a divertir-nos tanto. Vá lá. Fica só mais um bocadinho.” Você quer ficar mas tem uma hora para estar em casa.

O que faz?

Pede ao seu encontro que a leve a casa.

Fica com o seu encontro e não cumpre a hora imposta.

Você escolhe 1) Pede ao seu encontro que a leve a casa.

O que acontece a seguir?

Você chega a casa a horas. Os seus pais/guardiães confiam em si porque cumpre as regras. A próxima vez que tiver um encontro eles vão saber que vai chegar a casa a horas.

OU

Você escolhe 2) Fica com o seu encontro e não cumpre a hora imposta.

O que acontece a seguir?

Você chega a casa tarde e os seus pais/guardiães estão à sua espera. Estão chateados e castigam-na por duas semanas – nada de telemóvel, internet ou saídas com amigas, e não há mais encontros com esse rapaz.

Encontro 3

Você sai com o Encontro 3 e o empregado vem receber o vosso pedido. Em vez de a deixar escolher o seu encontro pede por si – sem sequer perguntar! Depois do jantar você diz ao seu encontro que quer pedir uma fatia de bolo mas ele responde “Não, acho que não precisas de sobremesa” . Alguns dias depois o Encontro 3 telefona e quer marcar um novo encontro.

O que responde?

“Ok.”

“Não obrigado.”

Você escolhe 1) “Ok.”

O que acontece a seguir?

Vocês vão ao cinema. Desta vez ele diz que você está a olhar para outros rapazes. Tudo o que estava a fazer era a ver a sala! Você diz que essa observação a aborreceu e ele começa a gritar consigo à frente de toda a gente, a insultá-la e a dizer que não merece o tempo que ele perde consigo. Acaba por abandoná-la no cinema.

OU

Você escolhe 2) “Não obrigada.”

O que acontece a seguir?

Você sente-se bem com a escolha. Qualquer rapaz que a tenta controlar não vale o esforço!

Pense como classificaria o seu encontro. Foi divertido? Considerou-o uma boa pessoa? O seu encontro tratou-a bem? Sente que fez a escolha acertada?

Voltar ao inicio

Dicas para relações saudáveis e seguras

  •  Conheça a pessoa atravéz do telefone ou na escola antes de começarem a sair.
  •  Saia com um grupo de amigos para um lugar público nos primeiros encontros.
  • Planeie actividades divertidas, como ir ao cinema ou ao centro comercial, um piquenique ou um passeio a pé
  • Diga à outra pessoa o que gosta de fazer. Diga-lhe também a que horas os seus pais/guardiães a esperam em casa.
  • Diga a pelo menos um amigo e aos seus pais/guardiães com quem vai sair e para onde. Diga-lhes também como a podem contactar .

Comunicação,confiança e respeito são essenciais em relações saudáveis. As relações saudáveis fazem-na sentir-se bem CONSIGO própia e SEGURA com a outra pessoa. Sinta-se bem consigo mesma e saiba o que a faz feliz. Quanto mais gostar de si mais fácil será encontrar relacionamentos saudáveis.

Voltar ao inicio

Licenciado em Psicologia no ISCTE, Raimundo Cardoso tem uma longa experiência em relacionamentos. A Psicologia ajudou a tornar-se num conselheiro, especializado em relacionamentos, especialmente para os casais do mesmo sexo.

Publicado em Namoro

Deixe uma resposta