25 Dicas para manter um casamento durante 25 anos

Celebrámos as nossas bodas de prata. Nem quisemos acreditar que somos suficientemente velhos para estar casados há 25 anos. Mas queremos reconhecer o valor de um casamento bem-sucedido, e partilhar consigo 25 dicas matrimoniais. As dicas não se encontram em nenhuma ordem específica. Nós esperamos que estas dicas o ajudem a construir um casamento mais gratificante.

Casamento de sucesso

Dicas para manter um casamento

1. Case com a pessoa certa.

Só há uma maneira de saber se a pessoa com quem namora é a pessoa com quem deve casar: passarem tempo a dois. Nós aconselhamos prolongar o namoro durante pelo menos um ano antes de decidirem casar. Nós namorámos durante quatro anos antes de decidirmos casar. Quando casámos não houve surpresas.

2. Transforme o seu casamento numa prioridade.

Quando se é casado nada deve ser mais importante, e isso inclui os filhos e a carreira.

3. NUNCA diga a palavra divórcio.

Se querem construir um casamento saudável e a longo prazo, estabeleçam um pacto de nunca mencionarem a palavra “divórcio” ou qualquer outro assunto que sugira que um de vocês não está comprometido a 100% .

4. Não discutam por coisas mesquinhas.

Quando nós casámos era frequente discutirmos por tudo e mais alguma coisa. Isso tornava as nossas vidas miseráveis. A certa altura decidimos parar com essas discussões mesquinhas. Agora, quando algum de nós levanta algum problema ele é levado a sério pelo outro.

5. Estabeleça um encontro amoroso seminal prioritário.

Isto é IMPORTANTISSIMO! Arranjem-se, saiam e divirtam-se a dois. Nestes encontros demonstrem interesse pelas coisas que despertam o interesse de cada um e evitem abordar assuntos que criem alguma tensão.

6. Defina um bloco de pelo menos 30 minutos por dia para estarem juntos.

Pode ser de manhã antes de saírem para o trabalho ou de noite. Durante estes momentos, conversem sobre o que se passa na vida de cada um. Todos nós temos uma vida preenchida, mas se o seu casamento for uma prioridade as outras atividades devem passar para segundo plano.

7. Estejam ao serviço um do outro.

De forma intencional. Nós os dois mantemos bem presentes as pequenas coisas que podemos fazer um pelo outro. Isto significa colocar as necessidades do outro à frente das suas. Quanto mais o ajudar e quanto mais colmatar as necessidades do seu companheiro, mais o seu companheiro o ajudará a si e às suas necessidades.

8. Comunique.

Uma comunicação eficaz é essencial para qualquer casamento duradouro. Isto é especialmente verdade nos tempos mais difíceis. Adapte-se ao tipo de comunicação do seu parceiro, adaptando aquilo que diz à forma como ele ouve.

9. Liberdade na Intimidade.

Você sabe o que nós queremos dizer. Faça disso uma prioridade.

10. Cuide de si.

Isto inclui a aparência física, a roupa e tudo o resto. Faça o que lhe compete para se manter atraente aos olhos do seu parceiro.

11. Nunca utilize superlativos absolutos.

Não diga coisas como, “Tu sempre…” ou “Tu nunca…”

12. Seja atencioso.

Isto significa não só limpar aquilo que suja como evitar fazer ou dizer coisas que sabe que vão irritar o seu parceiro.

13. Compreenda que não é fácil.

Construir um casamento de 25 anos não é uma tarefa fácil. Nós já passámos por períodos muito difíceis. Já frequentámos terapia de casal para ultrapassar momentos mais difíceis. Compreende que vão enfrentar desafios e que quando eles aparecem é necessário que queiram resolvê-los e genuinamente melhorar o casamento.

14. Seja animador.

Quando o seu companheiro estiver a atravessar um mau bocado, a iniciar um novo projeto, ou a trabalhar em algo importante, esteja lá para o encorajar e animar. Você deve ser o fã número um do seu companheiro.

15. Demonstre sempre respeito pelo outro.

Incluindo na forma como comunicam entre vocês, a forma como falam do vosso companheiro a terceiros e a forma como se tratam.

16. Tomem decisões familiares em conjunto.

Nós somos uma equipa e tomamos todas as decisões em família, como uma equipa.

17. Deixe o seu trabalho no escritório.

Quando chega a casa do trabalho, resista ao impulso de falar sobre ele, a não ser que o seu companheiro queira saber. Em vez disso, concentre-se em assuntos que interessam aos dois durante o tempo que passam juntos.

18. Seja o melhor progenitor possível.

As nossas decisões enquanto progenitores são todas tomadas em conjunto. Os nossos métodos são intencionais. O amor e o respeito do seu companheiro vão aumentar se você der o melhor que sabe enquanto progenitor afetuoso.

19. Dê liberdade ao seu companheiro.

Nós damos liberdade um ao outro para fazermos o que realmente gostamos de forma independente. Claro que nunca abusamos disso, mas dar ao seu companheiro a oportunidade de fazer o que ele gosta é extremamente importante.

20. Não contraiam dívidas.

Os problemas financeiros são uma das principais causas do divórcio. Sentem-se e criem em conjunto um orçamento que vos permita manter os compromissos e nunca arranjem desculpas para gastarem mais do que ganham.

21. Continuem a crescer enquanto indivíduos.

Nós os dois gostamos de aprender, de crescer e de atingir o nosso melhor. Isto inclui crescer enquanto cônjuge, enquanto pai e enquanto individuo. Quando um de nós melhora o outro de nós sente-se impelido a melhorar, da mesma forma que o ferro afia o ferro.

22. Ame o seu companheiro de acordo com a linguagem amorosa dele.

Leia a publicação e intitulada, (Amar as Pessoas de Acordo com as Necessidades Amorosas Delas) para aprender mais sobre a importância da linguagem amorosa.

23. Demonstre o seu apreço.

É fácil tomar as coisas por garantidas num casamento. Diga ao seu companheiro o quanto aprecia as pequenas coisas que ela faz por si. Limpar a casa, levantar a roupa na lavandaria, passear o cão, lavar a roupa e arranjar a torneira que pinga, entre outros exemplos. Não deixe que uma boa ação passe despercebida.

24. Sejam honestos um com o outro.

Quando a confiança é perdida é difícil reavê-la, e este adagio aplica-se sobretudo aos casamentos. Esta honestidade inclui ser honesto em relação aos seus próprios sentimentos.

25. Não guarde ressentimentos.

Quando resolverem um problema, ultrapasse-o e não guarde sentimentos prejudiciais. Nós também aconselhamos vivamente a nunca mencionarem problemas passados. O passado é o passado. Já passaram anos desde a última vez que um assunto negativo passado foi trazido à baila por um de nós.

Nós aconselhamos aqueles que se encontram casados a lerem esta lista com os vossos companheiros e a discutir os passos que cada um pode dar para melhorar o casamento.

Se está a ler esta publicação e ainda não é casado, recomendamos que frequente algum tipo de terapia pré-marital. Nós fizemos a mesma sugestão aos nossos dois filhos, que já se encontram casados, e eles podem garantir que foi uma experiência muito valiosa e esclarecedora, e que os ajudou a construir as bases do casamento que estão a construir.

Há quanto tempo está casado? Tem algumas dicas que queira partilhar com a comunidade? Por favor partilhe-as connosco na secção de comentários desta publicação.

Você pode usufruir de um casamento maravilhoso, se voltar a sua atenção para as pequenas coisas que o podem ajudar a construir um casamento bem-sucedido.

Sara Santos é Licenciada em Direito pela UAL - Universidade Autónoma de Lisboa. Tem como base a sua profissão jurídica e é especializada em matérias relacionadas com a família e em como o divórcio pode afetar a vida da família. Também escreve sobre assuntos mais mundanos que cercam a vida de casado/a.

Publicado em Casamento

Deixe uma resposta