DSTs: Doenças sexualmente transmissíveis

As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) são doenças provocadas por vírus, bactérias e parasitas, e são facilmente transmitidas através do contacto físico durante o sexo. Por vezes as DST demoram algum tempo a manifestar algum tipo de sintomas.

Tabela de conteúdo

  1. Introdução
  2. Clamídia
  3. Gonorreia
  4. Chatos ou piolhos pubianos
  5. Herpes Genital
  6. Vírus do Papiloma Humano
  7. Infeções Intestinais
  8. Sífilis
  9. Mais sobre DST´s

Voltar ao inicio

Introdução às doenças sexualmente transmissíveis

Sejamos sinceros. O sexo é um fato da vida. Mas a crescente liberdade sexual e tolerância que vivemos nos dias de hoje deu lugar a práticas pouco convencionais e encorajou orientações sexuais que antes eram consideradas um tabu e que hoje são aceites por um grande número de pessoas.

Sem fazermos juízos de valor em relação às pessoas que preferem experimentar nas suas relações sexuais, esta atitude liberal e este tipo de comportamentos pode ter consequências graves se não forem observadas algumas regras de segurança em relação às atividades sexuais. E o mesmo se aplica ao público em geral que não conhece suficientemente as questões e os padrões ligados à saúde sexual, e que podem resultar na negligência dos direitos sexuais dos parceiros.

Todos os encontros sexuais devem ser pautados por uma atitude responsável. Quando isso não acontece pode acontecer uma gravidez indesejada, resulta em complicações emocionais e psicológicas não só para os pais como para a criança. O sexo sem proteção também expõe os parceiros sexuais a um nível de risco elevado, podendo resultar na contração de doenças crónicas sexualmente transmissíveis (DST).

Não se deixe enganar. Mesmo a pessoa com o aspeto mais saudável pode ter uma doença sexualmente transmissível sem que você ou ela saiba disso.

Embora algumas DST provoquem sintomas óbvios, a maioria das DST são infeções assintomáticas que não revelam quaisquer sinais nem sintomas. Elas são chamadas as infeções “silenciosas”. Estes casos só podem ser diagnosticados através de exames médicos. Não existe, no entanto, qualquer programa generalizado que obrigue as pessoas a fazerem exames de rotina frequentes. Além disso, a aparente falta de consciência da parte do público, agravada pelo estima ligado as DST, impede as pessoas de falarem sobre este assunto com os seus médicos.

As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) são doenças provocadas por vírus, bactérias e parasitas e são facilmente transmissíveis através do corpo durante o sexo. Por vezes as DST demoram muito tempo a revelar sintomas, A seguir apresentamos algumas das DST mais comuns, que afetam indivíduos sexualmente ativos:

Voltar ao inicio

Clamídia

A Clamídia é uma doença sexualmente transmissível provocada por uma infeção bacteriana.

Este é o tipo de DST mais fácil de tratar, mas se não lhe for dada a atenção devida pode provocar problemas sérios mais tarde na vida. A Clamídia infecta o cérvix nas mulheres, e pode infetar a uretra, o reto e os olhos em ambos os sexos. Os sintomas desta doença podem manifestar-se 1 a 3 semanas depois da exposição, ou podem não se manifestar durante períodos de tempo indefinidos.

Voltar ao inicio

Gonorreia

A Gonorreia é uma infeção bacteriana que é sexualmente transmissível e que pode infecta o cérvix, a uretra, o teto, o ânus e a garganta.

Os sintomas podem manifestar-se entre e 1 e 14 depois da exposição e ser mais visíveis nos homens do que nas mulheres, No entanto, é possível estar infetado com gonorreia e não apresentar sintomas óbvios.

Voltar ao inicio

Chatos ou piolhos pubianos

Chatos ou Piolhos Pubianos são pequenos parasitas sugadores de sangue em forma de caranguejo.

Eles vivem nos pelos púbicos mas também podem ser encontrados em qualquer parte do corpo que tenha pelos, como as axilas, o corpo e mesmo os pelos faciais, como as sobrancelhas. Os chatos ou piolhos públicos sobrevivem fora do corpo. Podem ser encontrados em roupas, roupas de cama e toalhas. Também é possível ter chatos e não saber a não ser passadas 2 ou 3 semanas, quando se começam a sentir as comichões. Os chatos são maioritariamente transmitidos pelo contato corporal durante o sexo, mas também podem ser transmitidos através de roupas emprestadas, toalhas e roupas de cama.

Voltar ao inicio

Herpes Genital

O Herpes Genital é provocado por um vírus designado herpes simplex.

O herpes pode afetar a boca, a área genital, a pele em torno do ânus e os dedos. Quando o primeiro surto de herpes termina o vírus fica escondido nas fibras nervosas e permanece sem ser detetado sem provocar sintomas. Os sintomas manifestam-se geralmente 1 a 26 dias depois da exposição e duram entre duas a três semanas. Os sintomas incluem comichão na zona genital ou no ânus, pequenas bolhas cheias de líquido, que podem rebentar e deixar pequenas feridas muito dolorosas, desconforto durante o urinar, sintomas parecidos com a gripe, dores de costas, dores de cabeça, glândulas inchadas ou mesmo febre.

Voltar ao inicio

Vírus do Papiloma Humano

As Verrugas Genitais são provocadas pelo Vírus do Papiloma Humano (VPH).

São pequenas tumescências que se manifestam em qualquer local da zona genital do homem ou da mulher, ou em partes diferentes do corpo, como as mãos e o ânus. Depois de se ser infetado com o vírus das verrugas genitais, decorrem 1 a 3 meses até elas aparecerem na zona genital da pessoa. Elas podem aparecer isoladas ou em grupos. Podem dar comichão mas normalmente não doem. Normalmente não existem outros sintomas. Se a mulher desenvolver verrugas no cérvix isso pode provocar pequenas hemorragias ou, com menor frequência, descargas vaginais com uma tonalidade fora do normal.

Voltar ao inicio

Infeções Intestinais

Infeções Intestinais são infeções bacterianas que podem ser transmitidas durante o sexo.

Quando atingem os intestines elas podem provocar diarreia e dores de estômago, a infeção pode ser prevenida pela utilização de preservativos, diques de borracha ou luvas de latex. Os brinquedos sexuais devem ser lavados minuciosamente depois de cada utilização, e as mãos devem ser lavadas depois de qualquer contacto com fezes. No tratamento podem ser utilizados medicamentos antidiarreicos e antibióticos.

Voltar ao inicio

Sífilis

A Sífilis é uma infeção bacteriana que é sexualmente transmissível, e que pode ser passada para o feto por uma mãe infetada.

Os sinais e os sintomas da sífilis são os mesmos nas mulheres e nos homens. Eles podem ser difíceis de reconhecer e podem demorar até 3 meses a manifestarem-se, após o contato sexual com a pessoa infetada. A Sífilis tem várias etapas. A primeira e a segunda etapa são extremamente infeciosas.

Voltar ao inicio

DST´s

É extremamente importante que a DST seja detetada nos o mais rapidamente possível e tratada antes de se tornar mais grave e provocar complicações a longo-prazo, ou danos permanentes.

A abstinência é o método mais seguro para evitar o contato com DST. Se você é sexualmente ativo, praticar sexo seguro pode minimizar bastante o risco de DST. Utilize sempre preservativos durante a penetração ou diques de borracha durante o sexo oral. Esterilize os brinquedos sexuais antes e depois de os utilizar.

Mantenha uma higiene genital adequada, mantenha as mãos limpas a toda a hora. Aconselhe-se com o seu médico sobre a realização de testes a DST.

Voltar ao inicio

Se quiser saber mais sobre a Autora siga o perfil de Brenda Riley no Google+

Publicado em Saúde sexual

Deixe uma resposta